27 de mar de 2009

Arrumando a casa

No mês de março/2009 o Memorial da UFRPE está fechado para a visitação.
Mas está aberto para a faxina... Quem se habilita!?
A equipe de trabalho atualmente conta com a participação de, pela ordem:
Luan, Edson, Felipe, Ricardo e (abaixado) Diego.
Nosso acervo está sendo dividido em quatro partes:
1. Arquivo de Documentos: Neste acervo se encontram documentos diversos produzidos pela UFRPE ao longo de sua trajetória. São cadernos de atas dos conselhos superiores, regimentos da universidades, registros sobre a vida acadêmica. Já forão catalogados cerca de 2.000 documentos
2. Acervo de Objetos: Neste acervo se encontram objetos trimencionais em diversos suportes. São instrumentos dos laboratórios como microscópios e balanças, recursos didáticos como projetores de imagem entre outros. Neste acervo estão mais de 100 objetos que já foram utilizados na UFRPE.
3. Na Biblioteca se encontram diversos livros utilizados por professores e alunos da Rural.
4. A Fototeca reune um número ainda não catalogado de imagens, em diferentes suporte e tamanhos, que registram os espaços físicos da universidade e as atividades nela desenvolvidas.
Em breve este acervo estará disponível para visitação e/ou pesquisas acadêmicas.

Plano de Trabalho 2009.1

Amigos da Rural,

Guardar, divulgar e pesquisar a história e a memória da UFRPE não é coisa pouca. Para o semestre de 2009.1 temos algumas tarefas já definidas.

1. Manter o memorial aberto a visitação do público.
2. Montagem da exposição permanente exibindo peças que remetam aos diferentes momentos da vida da UFRPE.
3. Montagem da exposição que remeta à memória do Professor Ivan Tavares, em particular sua atuação como professor da UFRPE.
4. Montagem de uma exposição temporária – que também possa ser itinerante e exposta nos diferentes campi da universidade – sobre a cronologia das diferentes instituições que deram origem a atual configuração da UFRPE.
5. Verificação da catalogação do acervo e acondicionamento dos objetos nas exposições e na reserva técnica.
6. Definição de uma política de aquisição para o acervo do Memorial da UFRPE.

Quem desejar ajudar em alguma destas atividades, ou mesmo propor putras que se apresente. Atualmente estamos trabalhando no memorial nas segundas, quartas e sextas entre 14h e 18h. Mas em breve este horário será extendido.

20 de mar de 2009

APRESENTAÇÃO

Desde a fundação da Escola Superior de Agricultura, em 1912, até hoje, a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) tem alcançado uma coleção de bons resultados devido aos investimentos em ações de ensino e pesquisa e à visão empreendedora da Instituição. Composta por cerca de 700 professores, 780 técnicos e 8 mil estudantes, a UFRPE desenvolve suas atividades voltadas para a busca intensa do conhecimento científico nas áreas de Ciências Agrárias, Humanas e Sociais, Biológicas, Exatas e da Terra, tanto para a evolução educacional e tecnológica do Estado quanto para atender a necessidades e anseios da sociedade.

O Memorial da UFRPE foi instituído como órgão da Universidade Federal Rural de Pernambuco pela resolução número 19/90 do CEPE e regulamentado pela resolução 83/90. Podemos dizer que esta estrutura surge e se estabelece a partir de uma percepção da instituição – de seus professores, técnicos e discentes – de que a trajetória da universidade, suas conquistas e seu papel junto a comunidade não poderiam ser relegados ao esquecimento. Antes, devem ser lembrados não apenas como motivos de orgulho, mas também como estímulo para o enfrentamento dos novos desafios a que as instituições de ensino superior do país são postas.

Em 2006 a casa onde residiu Professor Ivan Tavares, professor emérito da UFRPE, foi restaurada e adequada para abrigar o Memorial da UFRPE. Atualmente a Casa Ivan Tavares conta com salas de exposição, sala climatizada para a guarda dos documentos significativos da memória institucional, espaço para reserva técnica, espaços para a pesquisa e administração do memorial.

No momento atual – março de 2009 – este belo espaço e rico acervo encontram-se subutilizados. Este projeto pretende apontar as diretrizes para o funcionamento do Memorial da UFRPE junto ao espaço da Casa Ivan Tavares. Desejamos desta forma atualizar as ações do memorial e dar utilização plena aos recursos materiais já disponíveis na sua sede bem como buscar parcerias para novas iniciativas.

Regulamentado pela normativa do CEPE nº 83/90 o Memorial da UFRPE tem como objetivos:
Pesquisar, coletar, identificar, recuperar, catalogar, conservar e expor documentos e outros objetos ligados as diferentes fases da vida da Instituição, desde a criação de sua “Célula Mater” a Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária São Bento.
Propiciar à comunidade universitária, aos estudiosos e à sociedade de um modo geral, um acervo de elementos balizadores das ações e serviços prestados pela instituição à educação local, regional e nacional, notadamente na esfera do conhecimento teórico-prático-científico, ligados ao setor primário da economia.
Expor documentos e peças significativas de seu acervo que testemunhem as diferentes fases evolutivas da UFRPE.